BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

QUEM AGUENTA TAMANHA DESFAÇATEZ?

     O ministro de Justiça assiste ao Procurador da República pedir a demissão de toda a atual diretoria da Petrobras e logo em seguida defende, a pedido da presidente, veementemente, a Sr.a Maria das Graças Foster, que todos sabem é de inteira confiança de Dilma Rousseff. Torna-se muito claro que essa defesa intransigente da presidente da Petrobras, é, em última análise, a defesa da presidente da República e do próprio PT.
     Por outro lado, os fundos de pensão, entre eles a nossa PREVI, podem selar o destino da Petrobras. A ação movida por investidor em Nova Iorque deve ter adesão de fundos estrangeiros que detêm papéis da estatal, mas depende da decisão dos próprios, PREVI, PETROS e FUNCEF, para reaver as perdas nas ações de Petrobras. Veja em:
http://veja.abril.com.br/noticia/economia/fundos-de-pensao-brasileiros-poderao-definir-destino-da-petrobras
     Os escândalos estão sendo escancarados. Não há governo que resista a tanta corrupção. Parece que já atingiu o nosso fundo de pensão, com a propina recebida pelo ex-presidente Sérgio Rosa da empreiteira OAS, revelada na operação Lava Jato, que também está no site da Veja: http://veja.abril.com.br/
     Detalhes como a libertação de Renato Duque da prisão em Curitiba, a qual teria ocorrido após ameaça de Duque de que envolveria a presidente Dilma, caso não fosse solto. Coincidência ou não, dois dias após, o ministro do STF, Teori Zavascki, determinou sua soltura.
     São tantas anomalias reveladas que todos estamos de cabelo em pé. Qual será a próxima?
A PETROBRAS JÁ PERDEU MAIS DA METADE DE SEU VALOR. HOJE VALE 142 BILHÕES DE REAIS E SUA AÇÃO ESTÁ COTADA A POUCO MAIS DE DEZ REAIS. SERÁ QUE PODE REVERTER?

32 comentários:

Anônimo disse...

Nos últimos quatro anos Petrobras e Vale perderam aproximadamente quarto partes em cinco, como nos indicam os respectivos gráficos em dólar destes títulos. Entretanto, nosso modelo de interpretação sugere que tais títulos APENAS começaram a cair... Como interpretar tal possível PARADOXO?

Anônimo disse...

Ari,
Você está certo. O pior é aguentar isso no dia a dia. Vão nomear o presidente da Previ que é do PT, vão nomear o diretor de investimento que é do PT, do Pt, do.pt, do Pt. Não AGUENTO mais o Pt.
O Brasil realmente não é um país sério. Porque se fosse esses ptralhas já estariam na cadeis ha tempos.

Everton disse...

Caro Dr. Ari,
Veja a matéria abaixo: Como forma de pressão nós associados da Previ podemos exigir que ela entre também ou que seja um modo de fazer com que ela repense bonus, bet, es, reajuste salarial?
Fundos de pensão brasileiros podem definir destino da Petrobras

PETROBRAS: Ação movida por investidor em Nova York deve ganhar adesão de fundos de pensão estrangeiros que detêm papéis da estatal; contudo, caberá aos brasileiros a definição do jogo
No aspecto político, não há qualquer sinalização de que fundos cujo comando está nas mãos de membros do governo e aliados se prontifiquem a processar a Petrobras. Afinal, a estatal, tudo indica, tem sido um poderoso braço de captação de recursos para partidos políticos, como PT, PMDB e PP, conforme mostram os delatores recentemente ouvidos pelo juiz Sérgio Moro, que conduz as investigações da Operação Lava Jato.
Ocorre que os beneficiários do fundo podem requerer, em assembleia de cotistas, que os administradores ajam em seu benefício — minimizando as perdas que tiveram com os investimentos nas ações da estatal. A pressão interna dos aposentados e pensionistas junto aos gestores, afirmam as fontes, será a única forma de viabilizar a adesão dos fundos no período limite determinado pela Justiça americana. Os investidores têm até o dia 6 de fevereiro para aderir à class action.

Anônimo disse...

Me desculpem mas as atendentes da PREVI são grossas,Affff Se acham donas da PREVI

Anônimo disse...

Como refere o Everton acima será preciso que os fundos queiram ser ressarcidos. A dúvida é essa, eles vão entrar com a ação lá fora ou não (?) se entrarem vao mostrar independencia e que estao do nosso lado. Eh incrivel como a Previ perdeu com Vale, Petrobras e 7 brasil. Do jeito que está vamo continuar tendo de pagar as mensalidades < nem elas vão tirar

Anônimo disse...

10/12/2014 - Blog Reinaldo Azevedo - Veja.com / BR - Dilma ainda não se deu conta da gravidade da ação contra a Petrobras nos EUA e manda seu ministro da Justiça conceder entrevistas patéticas - Reinaldo Azevedo
Reinaldo Azevedo A presidente Dilma Rousseff, tudo indica, não está se dando conta de que, como diria o poeta, o dano pode ser maior do que o perigo.

Anônimo disse...

'" ISTO TÁ PARECENDO UMA ZONA !!!"

Mestre, entre as pessoas menos letradas sempre que há uma grande
encrenca envolvendo muita gente usa-se a expressão acima. Agora ,
por exemplo, este inbróglio da Petrobras, Fundos, mimos para o
Rosa (serão só 660.000 ?), soltura do Duque ( também , onde já se
viu prender um duque no Brasil ? ). Outra notícia que era pra se
temer seria o aparecimento do nome do Temer, cuja fato começa brotar.
O quadro de funcis e chefes do Banco do Brasil sempre permaneceu
imune às falcatruas, entretanto já não somos virgens depois do Piz-
zolato, Sergio Rosas, Benedine e outros mais que minha memória , já
cansada, não registra. Ah, ia esquecendo de um assunto premente:
conforme lembra o colega Everton, muito oportunamente, acho que vai
chegar o momento de darmos um calor neste governo , indo para as
ruas cobrar os prejuizos e aproveitar das circunstâncias favoráveis
que são raras.Mesmo porque este movimento terá o apoio dos ativos e
da sociedade. Sonhar não é ' proibido ; quem sabe negociamos um novo
pacote !!! No mais, é esperar para ver . Divany Silveira-SeteLagoas-MG

Anônimo disse...

O Sérgio Rosa prestou consultoria de como tirar recursos da Previ? Isso está dentro das cláusulas de confidencialidade que os eleitos tem que assinar.
Gente se não derem um jeito os vampiros petistas vão sugar tudo desse país e mandar para os Castros, Maduro, Evo, etc
SOCORRO EXMO. DR. SÉRGIO MORO. TENHO FAMÍLIA QUE DEPENDE DO MEU BENEFÍCIO

Ari Zanella disse...

Controle de pagamentos a terceiros da OAS

Os investigadores vão analisar se o mesmo esquema desenvolvido na petrolífera foi utilizado em outras estatais e em concessões públicas de serviços de infraestrutura, como alegaram em depoimentos o doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. Desde março, foram apreendidos documentos no escritório de Youssef que tratam de empreendimentos de infraestrutura, incluindo uma planilha de receitas da Usina Hidrelétrica de Belo Monte.

Procurado pelo site de VEJA, Rosa negou vínculo entre sua atuação no fundo de pensão e a remuneração pela construtora. Ele disse não se lembrar do valor total desembolsado pela OAS. "Se alguém quiser quebrar meu sigilo, faça e pronto, resolva tudo isso. Recebi pagamentos por trabalhos realizados. Não houve nada relacionado à Previ ou a concessões públicas", afirmou o ex-presidente do maior fundo de pensão do país. Ele não é formalmente investigado na Operação Lava Jato.

Entre os serviços contratados estavam "comentários e opiniões" sobre "projetos estratégicos" da OAS. Nenhum deles saiu do papel, diz o ex-presidente da Previ. "Na maioria dos projetos, eram apresentações sobre ideias dos projetos em análise. Que eu saiba, nenhum projeto foi viabilizado, portanto não se tornaram públicos", afirmou.

O ex-presidente da Previ afirmou que só recebeu pagamentos nos meses em que houve prestação de serviços. Um e-mail enviado pelo funcionário Marcos Paulo Ramalho em 8 de maio deste ano ao presidente da OAS, Leo Pinheiro, mencionava os pagamentos e dizia que "conforme as palavras de Dr. Sérgio Rosa, ele só emite as notas conforme a demanda de trabalho realizado no projeto".

Rosa deixou o comando da Previ, o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, em junho de 2010, cargo para o qual foi indicado em 2003 no começo do governo Lula. A Previ é sócia da OAS na Invepar, empresa que controla concessões como o Aeroporto Internacional de Guarulhos. O fundo de pensão também possui participações societárias em empreendimentos como a usina hidrelétrica de Belo Monte, onde é sócio da Camargo Corrêa, também investigada na Operação Lava Jato. Rosa foi o representante da Previ na Vale, como presidente do conselho de administração da mineradora de 2003 a 2010. De lá, seguiu para a BrasilPrev, seguradora do Banco do Brasil, como presidente até maio de 2012. No período em que prestou consultoria para a OAS, representava o fundo de pensão no Conselho de Administração da concessionária de ferrovias ALL e desde abril de 2013 foi indicado pela Previ
como vice-presidente do conselho de administração da BRF. Ele foi vereador em São Paulo entre 1994 e 1996.

Anônimo disse...

Emérito Professor ZANELLA:


Embora ESTEJA e VIVA FERRADO, não sou adepto da linha "QUANTO PIOR, MELHOR"! e "QUERO VER O CIRCO PEGAR FOGO"! Mas quero assistir de ARQUIBANCADA (não tenho dinheiro para pagar camarote), aquilo que eu já chamo de BATALHA DAS CONSIGNAÇÕES. Quero só ver o que vai dar, quando a PREVI confrontar-se com a POUPEX, na tentativa de retirar, mesmo que NÃO SEJA A FÓRCEPS (ESSE INSTRUMENTO É USADO SOMENTE NOS ASSOCIADOS), suas consignações da FOLHA DE PAGAMENTO!


Anônimo disse...

É chegada a hora de parar o chororô e se aprontar para a batalha. oportunidade como esta não teremos mais em futuro próximo. Temos que nos UNIR e pressionar para que o nosso fundo a PREVI entre SIM com ação de perdas contra o mau gerenciamento ( Roubalheira) da Petrobras. Senhores, é hora de mostrar macheza. Chega de implorar migalhas. Vamos lutar por representatividade dentro de nosso fundo. Vamos pras ruas! Vamos para os blogs! Vamos brigar de verdade pelo que é nosso !

rosa casta

Anônimo disse...

Consultoria é o nome do atalho, a mais nova (nem sei se é nova) forma de faturar algum, para si e para o partido, de forma legal. Se não é ético, às favas com a ética. Foi assim com Palocci, Dirceu et caterva e agora Sérgio Rosa. Aliás, que sabedoria hein? Por uns meros palpites receber aquela bolada.

Anônimo disse...

ESSE PAÍS FICARÁ MAIS TRISTE. PEDRO SIMON FARÁ AGORA NA TRIBUNA DO SENADO SEU DISCURSO DE DESPEDIDA

Anônimo disse...

Texto extraído do Blog Coluna Esplanada:

" Fernando Pimentel quer emplacar o novo presidente da Previ.

É tamanho o crédito que o governador eleito de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), que ele tem aval da presidente Dilma Rousseff para indicar o futuro presidente da Previ, o maior fundo previdenciário estatal do País, do BB, com R$ 200 bilhões em ativos.

Pimentel deseja emplacar no cargo Robson Rocha, ligado ao PT mineiro e ex-dirigente do famigerado e falido Banco Popular – criado por Lula no seu primeiro mandato e suspeito de ser um dos berços do Mensalão. Mas Rocha avisou a aliados que não quer.

Mas engana-se o PT que terá grande ingerência na Previ como antes da eleição que trocou a diretoria por funcionários sérios e de carreira. Aparentemente, o PT morreu ali.

O novo comando da Previ tem dito seguidos ‘não’ a empresas que pedem aportes para sociedades. Algumas sócias atuais da Previ são doadoras de candidatos da base.."

Já pensaram, Garotinho vice-presidente do BB e Fernando Pimentel presidente da Previ? Como dizia o meu avô, "estamos copulados e mal remunerados "

Francisco

Marcelino Maus disse...

A Diretora de Administração tem poder de, INDIVIDUALMENTE, ingressar com pedido de Indenização pelos prejuízos causados pela GESTÃO FRAUDULENTA na PeTrobrás !

Trata-se de uma Ação que busca resguardar interesses da PREVI e do PB1.

Caso o CD se manifeste contrário... DAÍ ENTÃO SABEREMOS QUEM SÃO OS VENDILHÕES.

Digo mais: qualquer Participante, individualmente, poderia faze-lo !

Anônimo disse...

Atenção.

Associações devem processar os dirigentes e a Petrobrás, por administração fraudulenta. Solicitar indenizações por danos financeiros aos aposentados, bem como danos morais por induzir acionistas com gigantescas mentiras sobre a empresa petrolífera.
As associações tem por obrigação defender seus associados.
Saúde a todos.

Marcelino Maus disse...

Ingerência Política ou Criminosa ?
É possível dissociar política de crime no Brasil ?

A Base Aliada seria a maior organização política criminosa do mundo ?

Todos que aceitaram a esmola de R$748.000,00 para inocentar o Governo Federal do Crime de Responsabilidade Fiscal em 2014, cuja gastança visou municiar as Estatais, palco dos Superfaturamentos que alimentaram os desvios financiadores das fraudes eleitorais deste ano, são criminosos !
A PM, o MPF e o PGR tem os nomes das centenas de Executivos e Parlamentares do Planalto, inclusive Diretores das Estatais de Fundos de Pensão.
O problema é achar sela para tanta gente.
Na França, há 2 séculos, resolveram de forma mais eficaz, por roubos infinitamente menores que os de hoje.

Marcelino Maus disse...

Solicito a qualquer colega que souber opinar sobre:

Regulamento da PREVI:
"Seção IV – Da Portabilidade
Art. 19 – Ao participante que optar pelo inciso IV do artigo 8º será assegurado o direito de portar os recursos financeiros correspondentes ao seu direito acumulado para outro plano de benefícios de caráter previdenciário operado por entidade de previdência complementar ou sociedade seguradora autorizada a operar o referido plano.
Art. 20 – São requisitos para elegibilidade à portabilidade:
I – cessação do vínculo empregatício do participante com o patrocinador;
II – cumprimento da carência de 3 (três) anos de vinculação do participante ao plano de benefícios.
Parágrafo único – Não será permitida a portabilidade caso o participante esteja em gozo de benefício ou renda."

O parágrafo único me parece caracterizar CLÁUSULA LEONINA, que deve ser desprezada pelo TST e STJ.

Alguém sabe de algo a respeito ?

Estou disposto a DEBANDAR da PREVI, antes que a VACA ou a ANTA JÁ PARAR NO BREJO.

SE os benefícios propostos pelo ITAU ou BRADESCO são inferiores aos do PB1, unamo-nos, solicitemos que o BRADESCO e/ou + ITAÚ criem um fundo Especial para egressos da PREVI.
Duvido que esses Bancos resistam a absorver Reservas de R$1.000.000,00 a 2.000.000,00 de DEZ MIL ou VINTE MIL ou TRINTA MIL desassistidos da PREVI. Vou consultar a Bradesco e Itaú Previdência.

O PT vai desfalcar todas as Estatais e seus Fundos de Pensão antes de findar os 4 anos da Dilsimulada - nunca vi uma anta derramar lágrimas de crocodilo, até hoje, hoje derramou.

Ari Zanella disse...



C O M U N I C A D O

A ANAPLAB comunica que hoje, dia 10.12, foram ajuizadas todas as ações judiciais que estavam pendentes de ajuizamento e que estavam em consonância com as instruções de nossa página na internet (www.anaplab.com.br/acoesjudiciais).

Voltaremos com o procedimento apenas no dia 05.01.2015 em virtude do recesso do Judiciário.

De antemão, desejamos a todos os nossos associados e pensionistas os melhores votos de um Feliz Natal e Ano Novo, com saúde e na Paz do Senhor.

Gratos pela ajuda neste 2014.

Ari Zanella - Presidente

José Gilvan P. Rebouças - Tesoureiro

PORTABILIDADE, ESTOU DENTRO.... disse...

Também tenho interesse em analisar a alternativa de portabilidade para um outro fundo.
E pode ser atraente efetuar a transferencia para um grupo especial de egressos da Previ caso se consiga viabiliza-lo.
Teve um comentário, que relatou que outro banco para aceitar manter o benefício dele, teria que transferir recursos da ordem de 4 milhoes o que, em sua opinião, seria muito superior ao que detem na previ.
Comento que a previ efetua os cálculos da necessidade de cada participante e, assim, projeta a sua necessidade de reserva matemática que tem que ser equivalente ao necessário para que o fundo recebedor honre com o pagamento de benefício de valor equivalente. Se assim não for, tá tudo errado nos cálculos da nossa entidade.
E temos que considerar que a provisão conta ainda com o fundo de contingência, que acho que deve fazer parte do valor a ser transferido, NÃO FICANDO PARA O BB NO FINAL DO PB1.
E quem sabe, se o valor da reserva matemática mais a reserva de contingência nâo permita um cálculo mais favorável do valor do benefício, hoje baseado apenas na reserva matemática. Estaria raciocionando erroneamente ?????
luiZ

Anônimo disse...

Continuam os nossos associados a querer lutar pelas migalhas. parecem cães em torno da mesa. A grande batalha é outra. Tirem os traseiros das poltronas. ninguém vai lutar por vocês. A luta é de todos. Vamos exigir que a PREVI entre na justiça para reaver as nossas perdas na Petrobras. O resto é besteira de mortos vivos.

rosa casta

Anônimo disse...

Caros colegas aposentados e pensionistas, que tal providenciarmos uma Petição Eletronica Avazz, a respeito da preservação da Previ, sobre a corrupção e desmandos na Petrobras? Pois, o patrimonio da Previ, esta sendo utilizado erradamente, com investimentos mal direcionados, etc. Poderiamos solicitar a um dos colegas já experientes para dirigir uma Petição corretamente. Fica a sugestão. Colega aposentado preocupado com os destinos de nosso fundo de Pensão - Previ. Aposentado de Cambé.

Anônimo disse...

Anonimo 10/12/14 08:57

É que você pegou uma com TPM (risos).

Anônimo disse...

Qualquer petição menos Avaaz que é de um tal de Pedro do PT. Eles não são sérios.

Anônimo disse...

Tudo previsível, a petrobrás já recebeu a extrema unção, foi para o ralo, o ideal seria privatizá-la, e por falar nisso, é conhecida a tática petralhista de avacalhar biografias, mas o inverso também ocorre, eles reabilitam biografias também, vejam o caso do Roberto Campos, antes defenestrado, não é que ele tinha razão,ele sempre dizia a plenos pulmões "A empresa pública não é do povo, é do político",e quanto ao regime militar de vilão a salvador da pátria, e quanto as nossas dificuldades o grande problema da nação é a transferência de recursos do trabalhador para uma casta de funcionários públicos que nada produz, simplesmente se apodera das riquezas produzidas pelo suor alheio, por isso respondo a FHC "O Brasil é um país de muitos pobres", claro pelo que foi exposto, o sistema neoliberal seria o melhor para esse país, até isso o pt reabilitou.

Anônimo disse...

Marcelino Maus, 17:14
O regulamento da Previ é claro quanto à portabilidade: a pessoa não pode estar em gozo de benefício (ou seja, ser aposentado). Esse procedimento também se dá para todos os outros planos de previdência privada: se ativo (beneficiário não em gozo de aposentadoria), pode migrar pra qualquer outro plano (que não seja fechado). Para nós, aposentados da Previ, essa "oportunidade" já passou. Não lembra?: quando a gente requer a aposentadoria pela Previ assina um documento optando por receber um benefício vitaliciamente. Nesse mesmo documento há a opção de resgatar a RM ou transferi-la (portabilidade) para outro fundo. Sugiro esquecer o assunto, a fim de não se desgastar.

Anônimo disse...

a portabilidade seria possivel para auto patrocinado, que aposentado por invalidez, teve o contrato de trabalho "suspenso"?????

Marcelino Maus disse...

Sobre:

"Anônimo disse...
Marcelino Maus, 17:14
O regulamento da Previ é claro quanto à portabilidade: a pessoa não pode estar em gozo de benefício (ou seja, ser aposentado). Esse procedimento também se dá para todos os outros planos de previdência privada: se ativo (beneficiário não em gozo de aposentadoria), pode migrar pra qualquer outro plano (que não seja fechado). Para nós, aposentados da Previ, essa "oportunidade" já passou. Não lembra?: quando a gente requer a aposentadoria pela Previ assina um documento optando por receber um benefício vitaliciamente. Nesse mesmo documento há a opção de resgatar a RM ou transferi-la (portabilidade) para outro fundo. Sugiro esquecer o assunto, a fim de não se desgastar. 10/12/14 22:50"

Sr. Anônimo ou Diretor da Previ (?).... identifique-se.
Porque julgas que vou me desgastar ?
Estás em pânico pela "debandada"?
O PT não rasgou a CF e alterou a RLF?
Porque não podemos fazer o mesmo com os Regulamentos LEONINOS dos Fundos de Pensão. para evitar o Naufrágio do PT, do BB, da Previ ?
SE a Previ administra os Recursos do PB1 de forma fraudulenta, COM INGERÊNCIA POLÍTICA, porque continuarmos nessa barco furado ?
Colegas, pensem a respeito.



Anônimo disse...

Rs. Neste país de golpistas (DE TODOS OS PARTIDOS), também tentei dar o meu "golpe". Obviamente, como não sou do ramo - pertenço ao imenso grupo dos OTÁRIOS - não deu certo. Como apenas a Crediscoop vai atrapalhar a renovação do meu Empréstimo Simples em janeiro/15, propus ao LADEIRA pagar, ainda em dezembro, a consignação de Janeiro/15, de modo que, apenas naquele mês, não fosse enviado o débito Á PREVI, liberando minha Margem Consignável. Feita a renovação do E.S., o débito da Crediscoop voltaria normalmente, em fevereiro. LADEIRA me disse que não é possível o recebimento antecipado, e que apenas a liquidação do valor total de meus débitos impediria o envio da consignação a PREVI, desde que ocorrido entre 20 e 30 de dezembro. A Previ ainda não respondeu à consulta da Crediscoop, estando vários empréstimos retidos à espera da manifestação. Como podemos ver, o "aloprado" Marcel conseguiu "f...." com a vida de muita gente.

rafael campagnoli disse...

Espero que todos os dirigentes do BB e/ou da Previ que nos tenham prejudicado de alguma maneira nesses últimos anos, sejam levados aos tribunais e sofram pelo resto de suas vidas ... mas que não morram cedo: fiquem vivos até 2080, para poderem ver e sentir, de per si ou na pele de seus parentes ( cônjuges, filhos, netos, bisnetos etc )toda a maldade que fizeram e continuam a fazer. Plano de aposentadoria não é feito para dar déficit ou superávit ... é para complementar aposentadoria e pronto. E se tiver superávit, aplique-se SEM DEMORA a lei complementar 109 e melhorem os proventos ... Não façam rodeios com fins escusos. A verdade sempre aparece. Há pessoas que só aprendem dessa maneira. É a melhor pedagogia que já vi. Sentir na pele!

eunice bernadete disse...

As empresas não estão doando nada, pois estão fazendo com o dinheiro do contribuinte atraves de inumeros aditivos em contratos. É fácil resolver parte desse problema: que não se permita aditivos em contratos assinados e que não tenhamos reeleição para nenhum cargo político.

Anônimo disse...

O problema, Dona Eunice, é que está nas mãos do Congresso Nacional o impedimento de reeleição e os políticos, com certeza, não votarão contra eles próprios.
O mesmo acontece com a vedação aos aditivos majorando contratos assinados.
E onde essa corja iria buscar recursos de financiamento?