BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

sábado, 6 de dezembro de 2014

NO LIMITE DA IRRESPONSABILIDADE

     O superávit primário cuja meta inicial para 2014 era de 116 bilhões de reais, foi reduzido após as eleições, para meros dez bilhões e nem este módico valor precisará ser alcançado, posto que o subserviente Congresso Nacional aprovou, ainda que parcialmente, numa infeliz sessão que estendeu-se até as seis da manhã do dia 04.12 , o famoso projeto que alterou a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2014, o qual desobriga o governo de cumprir a meta fiscal. Isto significa que a Lei de Responsabilidade Fiscal foi jogada na lata do lixo! Mamma Mia!!! Lembrei-me da expressão usada por Ricardo Sérgio de Oliveira, ex-diretor da área internacional do BB no governo FHC, que ao conceder carta de fiança de elevado valor ao Opportunity do banqueiro Daniel Dantas, num consórcio para entrar na privatização da Telebras, teria dito numa conversa grampeada com autorização da justiça: "Estamos no limite da irresponsabilidade." Da mesma forma estamos assistindo ao governo Dilma praticar decretos que abrem  perigosos precedentes para que o poder Executivo, em todos os níveis no Brasil, possam exceder os limites da arrecadação fiscal. É o extermínio de uma lei (LRF) que mantinha ordem nas contas públicas.
     O Banco do Brasil, numa transação comercial com a Cielo, acaba de "conceder" uma ajuda ao governo em torno de R$ 4,5 bilhões de recolhimento de IR sobre a operação. Representa quase a metade daqueles R$ 10 bilhões remanescentes da meta fiscal que precisavam ser cumpridos, mas que, por aquela votação acima, tampouco esta irrisória meta precisa mais ser cumprida. Porém, é um belo exemplo de que o BB, totalmente aparelhado pelo partido dos trabalhadores, pode, quando necessário, ser protagonista daquela famosa expressão "toma lá, dá cá". Por isso, que deputados e senadores "trabalham" nas duas casas para criar mecanismos (o exemplo mais claro é a Resolução CNPC 26) a favor do patrocinador e contra os aposentados e pensionistas. E o pior de tudo é que temos milhares entre nós - aposentados e pensionistas - que respaldam este partido político de conchavos e trapaças. Como dizia o saudoso Joelmir Betting: "O PT começou com membros prisioneiros políticos e termina com políticos prisioneiros (presos)." 

 ESTARIAM O GOVERNO DO PT E ALIADOS NO LIMITE DE IRRESPONSABILIDADE?  ( ONLY GOD KNOWS )



15 comentários:

Anônimo disse...

Realmente essa estória de socialismo é utopia. Elege-se pela esquerda e governa-se pela direita. A elite dominante é a maior aliada do PT. Empreiteiros, banqueiros, ruralistas e todas as outras representações do capital comem no mesmo prato dos petistas.
E têm a cara de pau de criticar as elites. Deve ser a elite dos que ganham salário mínimo.

Anônimo disse...

" E o pior de tudo é que temos milhares entre nós - aposentados e pensionistas - que respaldam este partido político de conchavos e trapaças".

Prof. Ari, perfeito a sua colocação. Se hoje me perguntarem qual a minha maior decepção atualmente eu diria que é com os meus colegas aposentados. Sinceramente nunca esperaria ouvir e ler as palavras de apoio que são proferidas em relação a tudo de errado que está acontecendo. E o espectro de apoio é grande vai desde as ações anti-éticas, medidas econômicas, conchavos políticos etc. Fico me perguntando se durante meus quase 30 anos de BB eu efetivamente não conhecia estas pessoas ou as mesmas mudaram, e muito.
Desnecessário dizer o quanto reduziu o pessoal do BB aposentado com os quais me relaciono. Não consigo conviver com gente assim.

A propósito temos que ficar bem atentos porque este pessoal que apoiou o atual governo nas últimas eleições anda ensaiando manifestações contra o que está acontecendo na PREVI e CASSI somente para se tornarem conhecidos e se elegerem nas próximas eleições da CASSI e PREVI.

Interessante não. Votaram em quem adota medidas contra nós e agora querem fazer manifestação. PURO teatro para enganar os trouxas.

Penso que já é hora do Professor, Dr Medeiros, Cecília e outros começarem a se articular para as próximas eleições da CASSI e PREVI e não dar chance para oportunistas, principalmente que já se sabe de que lado estão.

Anônimo disse...

Limite da irresposabilidade é bricadeira, o que se vê é o retrato fiel do nosso cotidiano, as leis são feitas para subjugar os mais fracos, e quando a lei, de alguma forma o favorece, surge o descalabro de uma portaria ou resolução, que apaga a vontade do legislador literalmente e se impõe, os assistidos da PREVI conhecem bem a res 26,mas não é um caso isolado, contra aposentados por invalidez e beneficiários de auxílio saúde o INSS já baixou outras tantas portarias escabrosas que ceifaram direitos, passando a borracha na lei respectiva essa prática é minha velha conhecida, não me assusto com mais nada.

Anônimo disse...

Tem absoluta razão o prezado professor Ari. Chegamos realmente ao limite da irresponsabilidade. No pronunciamento de 03/12/2014 que o senador Aécio Neves fez na tribuna, ele disse alto e bom som (não com estas exatas palavras): os senhores deputados estão ajoelhados, aprovando uma lei que abriga o crime -- esta última, da "irresponsabilidade fiscal para 2014" -- em troca de uma esmola de R$ 470 mil. Diria Boris Casoy: isto é uma vergonha!!!!

Anônimo disse...

Correção ao comentário de 06/12/14 17:41:

A "esmola" seria de R$ 748 mil e não só de R$ 470 mil.

Anônimo disse...

04/12/2014 - Folha de S. Paulo / BR - Maior empresa do pré-sal está sem dinheiro e perde sócios -
Sete Brasil precisa de R$ 2,3 bi para pagar a estaleiros contratados para fazer suas 28 sondas Petroserv e OAS/Etesco deixaram o projeto de cinco sondas nos últimos dias

WILSON LUIZ disse...

INPC novembro 0,53%, acumulado ano 5,4177%, faltando apenas o índice de dezembro.

Ari Zanella disse...

Meu Caro Wilson Luiz,

A bem da verdade o acumulado do INPC em 2014 (11 meses) é de 5,57%

No ano todo (12 meses) é de 6,33%

Anônimo disse...

Com esse acumulado nosso reajuste em janeiro/2015 não deverá ser mais do que 6%.

Anônimo disse...

nossos proventos estao m i n g u a n d o..............e o pt estah acabando com o pais, e o fundo do poço ninguem sabe onde estah.....

Anônimo disse...

A presidente Dilma Rousseff recebeu recados de senadores do PT, no Palácio do Planalto, de que o ex-diretor da Petrobras Renato Duque a envolveria se ficasse mais uma semana detido.

Dois dias depois de a presidente ouvir a ameaça, coincidência, ou não, Duque foi solto por habeas-corpus em liminar concedida pelo ministro recém-empossado Teori Zavaski, do Supremo Tribunal Federal. Mas é só uma coincidência.

Não é segredo em Brasília que Renato Duque, mais que Paulo Costa, era o nome apadrinhado especialmente por estrelados petistas na petroleira.

fernando disse...

Prof Ari, para termos um reajuste real ,justo , honesto, seria a suspensão das contribuições para a PREVI, principalmente, para quem contribuiu mais de 30 anos, matéria já reconhecida pela própria PREVI e BB, com o Renda Certa. Tá caindo de maduro.

Ari Zanella disse...

Caro Fernando,

Para existir esta suspensão SOMENTE para os aposentados que completaram 30 anos de contribuição, TERÁ QUE SER FEITA UMA ALTERAÇÃO NO REGULAMENTO DO PLANO.

Porque na atual legislação, a SUSPENSÃO é realizada em função do USO DO SUPERÁVIT para esse fim, sendo obrigatório PARA TODOS.

Anônimo disse...

Ari e demais Blogueiros,

Fala sério! É nossa culpa tudo que vem acontecendo na Previ, só porque alguns milhares votamos na Dilma? Claro que não! Quem garante que o Aécio seria melhor? Todo horror praticado pelo PSDB, como "Novo Rosto", "PDV" e efetiva "privatização do BB" são provas incontestes da dúvida. Afinal, todos sabemos que verdadeiramente nos FALTA UNIÃO. Lastimável que vários Líderes tenham tomado um lado, do Aécio, ao invés de tentarem fechar um acordo também com a Dilma. Lembra do que Lhe escrevi? De minha parte, dentro de minhas possibilidades, continuarei apoiando as boas ações e tentando fazer chegar Nossas Reivindicações a quem pode decidir.
Elias

Ari Zanella disse...

Elias,

Conversei na PREVI com o Marcel na quarta-feira, e ele tem a mesma opinião sua, disse-me que devemos continuar com Dilma e Lula que são ótimos para a PREVI.
Eu lhe ponderei que não sou do PSDB, tinha alguma simpatia pelo PMDB mas depois que se uniu ao PT eu desisti.
Ele tentou me convencer a ser simpático ao PT, pode?

Outro que reza na Cartilha do Marcel é o Valdenor Borges Filho, atual coordenador do Conselho Consultivo.

Vocês falam tão mal do PSDB, porém o PT fez muito mais malefícios, sem falar na roubalheira institucionalizada.