BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

ANAPLAB AJUÍZA AÇÃO 30% CONSIGNADO

     Com o intuito de auxiliar efetivamente no cumprimento da lei, que neste país parece não ser levada a sério, a ANAPLAB coloca seu assessoramento jurídico, mais os conhecimentos de nossa Equipe ANAPLAB, sem falsa modéstia, a melhor e mais honesta associação de aposentados - a serviço daqueles associados que recebem irrisórios reais de valor líquido em suas folhas de pagamento.
    
     Caso ainda não seja nosso associado, faça-o neste link:

http://www.anaplab.com.br/associados.aspx


     Eis a mensagem que enviamos a todos:

ANAPLAB AJUIZA AÇÃO 30% CONSIGNADO.

 

 

Levamos ao conhecimento dos nossos associados e demais interessados que o Escritório de advocacia Sylvio Manhães Barreto, contratado pela ANAPLAB no Estado do Rio de Janeiro, após análise criteriosa da jurisprudência vigente no Superior Tribunal de Justiça – STJ, ajuizou novo processo – AÇÃO 30% CONSIGNADO.

 

Os autores incluídos neste processo foram cientificados através de mensagem particular.  Na oportunidade, informamos que já enviamos mais 06 novos grupos desta ação para transmissão eletrônica ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.  Novos grupos estão sendo formados e serão ajuizados oportunamente, à medida que atingirem a quantidade mínima de participantes exigida pelo judiciário.

 

Ação 30% Consignado – GRUPO 01.

Processo nº 0255276-39.2014.8.19.0001 – 48ª Vara Cível da Comarca da Capital/RJ.

 

Equipe ANAPLAB.

75 comentários:

Anônimo disse...

Estamos mesmo é no fundo do poço. Mesmo sendo DONOS do maior fundo de pensão do Brasil, com um fabuloso patrimônio de 170 BILHÕES DE REAIS, termos novamente que ingressar com ações na justiça para garantir uma sobrevida mais justa. Ainda sermos chamados de ASSISTIDOS, quando somos verdadeiramente ASSOCIADOS. Isso é uma vergonha!!!!

Felipe Osório da Silveira disse...

Esses 30% vão influenciar em bloqueio de alguem imprestimo?
Cooperforte, ES?

Anônimo disse...

Professor Ari, o caminho é esse, juridicamente. Não adianta ficar chorando e pedindo para que a Previ tenha pena de nós, pois com dela só podemos esperar fumo, feito cachimbo. Eu não sei o que acontece nesse Brasil pois ainda ontem vi uma reportagem na TV onde falava da situação dos velhinhos aposentados onde a grande maioria estavam endividados com empréstimos consignados. Colocavam a culpa nos familiares mais novos, que convenciam emocionalmente os velhinhos aposentados a fazer tais empréstimos. Admito até que isto exista, mas em uma hora destas não tem ninguém para mostrar que nós velhinhos fazemos isso por termos os nossos benefícios depreciados, logo no momento em que precisamos de muitos remédios caros, de cuidadores, planos de saúde a preços "diferenciados" e tratamentos a preços exorbitantes. O ataque que o governo faz tem o mesmo alvo que a Previ, que é governo também, a estagnação dos nossos benefícios. É aí onde eles emboçam milhões. Nós somos muitos e temos, de alguma forma, colocar nossa situação em discussão nos planos desse próximo governo, seja lá qual for. Veja bem, em toda nossa luta poderemos mostrar, e é fácil, que tudo o que esta acontecendo deriva do descaso com nossos benefícios. Nós devemos falar nisso em todo e qualquer comentário, que isso logo se inflamará.

Anônimo disse...

Eu também acho uma humilhação.Tenho tido vários problemas de saude que segundo o médico tem uma única causa:depressão.Mas ao saber que as ações 30% já estão sendo propostas me senti melhor.Agradeço a Anaplab, ao Gilvan e ao Prof.Ari por esse sopro de esperança.

Anônimo disse...



EStimado Mestre, nossa eleita Cecília Garcez diz no seu blog que
perdemos dias atrás 03 grandes senadores muito admirados pelo po-
vo brasileiro. Meu Deus, Meu Deus, por que me abandonaste ? Tro -
quei escritores por senadores e nesta insólita troca, claro, estava
incluído o nome do querido José Pimentel. Eu sei que alguns cole -
gas vão pensar o Mineiro mudou de lado igual fez Paulo Bauer, pois
está se referindo ao Pimentel como querido.Mas eu explico, há tem -
pos eu o vi entregando , num clima festivo, uma cisterna para uma
comunidade muito pobre e havia uma faixa maior que a obra com a
inscrição "trabalho do querido senador Pimentel, orgulho . ." nes-
instante eu desliguei a TV achando que fosse algum defeito no apa-
relho. Mas, mesmo não sendo um entendido em política,porém isto não
nos tira o direito de opinar, como todos fazem, sinto que o projeto
em tela são será arquivado por ser ano eleitoral e surgirão muitos
que vão apadrinhar nossa causa interessados no universo de quase
HUM MILHÃO DE VOTOS que temos e de nossa sabida capacidade de for-
MAR opinião coisa aceita no mundo político.Assim, só nos cabe
manter, ao lado dos nossos eleitos, o moral alto, pois tempo de e -
leição milagres acontecem e inimigos se abraçam, mulheres até então
inférteis dão a luz ( os parentes falam que é penicilina ! ),mari -
dos ausentes voltam aos lares , os rios enchem e as traíras ( não ,
vamos arrumar outro peixe, pois este lembra Pimentel e o Bauer) e
os robalos, perdão, gente,esta espécie não dá pois é só do PT,en -
fim são novos tempos e as coisas costumam acontecer para melhor !
Um abraço e bom retorno ao Mestre Ari .DivanySilveira-SeteLaagoas-

Jeanne disse...

Gracas a Deus existe a ANAPLAB para velar pelos participantes da Previ que estao em situacao de risco. Obrigada por nos amparar numa hora tao dificil, em que a propria Previ vira as costas para os mais necessitados. Esta acao dos 30% vem resgatar a dignidade dos mais aflitos. Obrigada, Jeanne.

Goulart disse...

Caro Ari Zanella, batalhador incançavel dos aposentados e pensionistas do Plano 1 da Previ, tive mais uma boa no0ticia, da qual eu já estava prevendo. O INSS, não empresta para aposentado quando o pagamento esta vinculado a fopag da Previ. Goulart. Tudo de bom.

Anônimo disse...

Acabei de ler a última postagem do blog da colega Leopoldina sobre os funcionários fantasmas do PT. Convido a todos os colegas para lerem. Te cuida José Pimentel. Parece que enfim a justiça está prevalecendo. Muita coisa ainda está para acontecer. Deus tem ouvido nossos reclames.

Ari Zanella disse...

Meu caro Felipe Osório,

Com certeza influenciarão, pois o credor não irá receber conforme o cronograma estipulado por ele. Ademais, a ação é um ajuste, ajustando o que está desajustado, logo novos empréstimos irão desajustar novamente. O espírito da coisa é que sobre mais valor líquido para a pessoa poder sobreviver. E convenhamos, com novos empréstimos a pessoa se estrangula cada vez mais.

Anônimo disse...

Gostaria de saber por que não consta no espelho de JULHO/2014, a verba CP72 IRRF-DEPÓSITO JUDICIAL PREVI. Se alguém sabe, informe. Grato, ILTON GOMES - NATAL - RN.

Anônimo disse...

Valeu ANAPLAB, valeu Ari e Gilvan, o que seria de nós sem a iniciativa de voces. A ação 30 % é a única saída para nossa sobrevivência, espero que a justiça entenda assim.

Anônimo disse...

Colegas,

Se de fato a proposição do senador Paulo Bauer vier a ser arquivada, será o corolário de nossas expectativas, tão acalentadas, mas sempre débeis, e mais uma derrota configurada.

A ACP do MP-Rio de Janeiro, tudo está a indicar caminhos tortuosos para seguir em frente. Como disse o Edison, não há interesse do governo na derrubada da RES26.

Está difícil, quase impossível, lutar contra as artimanhas dos detentores do poder, não tem limite sua sanha e usam de qualquer meio, até os mais degradantes para silenciar quem tenta confrontá-los.

A colega Ritarafaeli sugeriu a leitura do artigo MAQUIADORES DO CRIME, de Olavo de Carvalho, publicado no Diário do Comércio, de 20/09/2010. É antigo, mas vale a pena ler.

Ali está a radiografia perfeita de uma estratégia satânica que já era empregada por Lenin há um século.

Somente um pedaço para se ter a idéia do maquiavelismo:

"Lenin dizia que, quando você tirou do adversário a vontade de lutar, já venceu a briga. Mas, nas modernas condições de 'guerra assimétrica', controlar a opinião pública tornou-se mais decisivo do que alcançar vitórias no campo militar.
A regra leninista converte-se portanto automaticamente na técnica da 'espiral do silêncio': agora trata-se de extinguir, na alma do inimigo, não só sua disposição guerreira, mas até sua vontade de argumentar em defesa própria, seu mero impulso de dizer umas tímidas palavrinhas contra o agressor.
O modo de alcançar esse objetivo é trabalhoso e caro, mas simples em essência: trata-se de atacar a honra do infeliz desde tantos lados, por tantos meios de comunicação diversos e com tamanha variedade de alegações contraditórias, com freqüência propositadamente absurdas e farsescas, de tal modo que ele, sentindo a inviabilidade de um debate limpo, acabe preferindo recolher-se ao silêncio. Nesse momento ele se torna politicamente defunto. O mal venceu mais uma batalha."

Há quem pense que estou radicalizando e vendo fantasmas em toda e qualquer ação do partido do governo. Não, não estou, é a realidade que nos mostra isso.

Quando um sindicalista defende esmurrar e dar um tiro no presidente do SPF; quando tomamos conhecimento das abjeções combinadas nessa última reunião sobre a CPI da Petrobrás, e na qual teve a participação de um senador aposentado do banco do Brasil, autor da RES26, tudo divulgado pela VEJA; quando a presidente, sem qualquer consideração e justificativa, se recusa a receber aposentados e idosos para ouvir suas justas queixas; e muitos outros "quando" poderiam ser ditos aqui, mas vou dizer apenas mais um; quando uma classe de aposentados e idosos se vê numa encruzilhada e não sabe mais por onde seguir, o quê fazer e se sente desamparada pelo Estado, que deveria ser o seu guardião, é forte indicativo de que já está próximo o reinado da ESPIRAL DO SILÊNCIO".

Colegas, há sinais, entretanto, de que ainda existe margem para a luta, a rejeição ao atual governo aumenta gradativamente, e espera-se que, com o início da campanha eleitoral na televisão, esse quadro se torne mais evidente aos olhos do povo. É uma esperança e temos que fazer a nossa parte.

Não vamos entregar os pontos, vamos prá batalha, a eleição está aí e temos que aproveitar a oportunidade do momento.

O caminho é o Mourisco, PORTA DA PREVI.

Bem, é isso aí, colegas, chega de escrever, cansei, o recado é esse, é o que penso.
Lydio

Anônimo disse...

Colega Ari Zanella

Por não ter conseguido transmitir o e-mail abaixo onde apresento sugestão ao Banco do Brasil, peço a gentileza de fazê-lo através da ANAPLAB, pois é de interesse dos aposentados e pensionistas, pelo que desde já agradeço:
Linha de Crédito para aposentados/pensionistas PREVI - Sugestão
FILOMENO JOSE LINARD COSTA

28 de jul (Há 7 dias)

para abuse
Exmo. Sr.
Dr. Aldemir Bendine
DD. Presidente do Banco do Brasil S. A.

Diante das dificuldades por que veem passando aposentados/pensionistas da PREVI para ajustar suas finanças à nova realidade, decorrente de medidas adotadas pela entidade pagadora e já do seu conhecimento, peço vênia para sugerir seja estudada, em caráter de urgência, linha de crédito especial, à taxas módicas e prazos mais alongados, destinada a abrigar operações financeiras de responsabilidade do referido público alvo e resultantes de empréstimos e cartões de crédito contratados com Bancos (inclusive Banco do Brasil) e financeiras, utilizando, para isso, a Portabilidade de Crédito.
2. Para que a linha de crédito contemple todos os aposentados/assistidos, sugiro, também, a dispensa da restrição para aqueles que liquidaram débitos com abatimento negocial, podendo os valores daí decorrentes serem incluídos na linha de crédito a ser criada.
3. As tímidas medidas adotadas pela diretoria da PREVI não foram suficientes para minorar as condições de vida dos seus associados e assistidos, na maioria em situação financeira vexatória e sem condições de se quer renegociar seus débitos junto aos credores.
4. Outrossim, há de convir que a linha de crédito sugerida, se aprovada, beneficiará o próprio Banco do Brasil, pois evitará o alto índice de inadimplência que está na iminência de ocorrer.
Confiante no espírito humanitário de que V. Excia. é portador, espero que a presente sugestão seja aprovada, o que demonstrará a preocupação da instituição Banco do Brasil com seus ex-funcionários e pensionistas, na sua maioria doentes e preocupados com a própria sobrevivência e a de seus familiares.
Atenciosamente,
Filomeno José Linard Costa - funci Apos. Matr. 3.288.840-6

Camilo - Judiai disse...

Essa ação, parece ser a melhor solução para os endividados. Melhor que melhoria no ES... E a PREVI nao vai se manifestar?????

Anônimo disse...

Caro Sr. Filomeno,
Louvo a sua carta endereçada ao BB. Mas, quer saber, deve ter sido lida por um assessor e arquivada.
O BB de hoje só interessa pelo lucro. Você acha q se ele ligasse pela gente teria exigido os R$ 7,5 bi?
Portanto, poupe seu tempo e se quer algo, busque na Previ. Temos lá o Ari, o Medeiros, a Cecília e o Carvalho. São pessoas em quem podemos contar. E não espere muito não pois nosso adversário é poderoso e a carne (patrimônio da Previ) é suculenta, desperta desejos. Quando a coisa aperta, lembram da Previ, claro.
Portanto amigo, seja sábio e não se esqueça de Deus, Nele sim podemos confiar. Celio

Valdevino disse...

Prezado Ari,

Há uma grande preocupação dos colegas que pretendem ingressar com a AÇÃO CONSIGNAÇÃO 30%, notadamente quanto às restrições posteriores da PREVI, BB, COOPERFORTE, ETC, e a situação de crédito em outras instituições financeiras não incluídas na ação.
2 – Conhecimento do andamento das ações já propostas e decisões sobre o assunto de 1ª e 2ª instâncias.
3 – Se existem ações já concluídas mesmo com liminares em favor do reclamante.
4 – Mesmo sabendo que prazo em justiça e cabeça de juiz não se pode prever, seria interessante informar prazo aproximado entre a proposição e o julgamento da ação.
Para tranqüilizar os interessados e aumentar o número de adesões, uma postagem sua sobre o assunto seria importantíssima nesse momento de penúria vivido pelos assistidos pela Previ.
Antecipo agradecimentos,
Valdevino

Anônimo disse...

Seria de bom alvitre alguem do ramo explicar qual será o total reflexo no cotidiano o ingresso na Ação 30% Consignado.Pode-se escolher qual dívidas pagar ou é feito um somatório das dívidas consignadas e sobre este aplicado a lei dos 30% consignado?Não há flexibilidade?É 8 ou oitenta?

Anônimo disse...

Anônimo das 20:50: Diante dos descasos da diretoria da Previ e até humilhação dela no trato aos aposentados, sempre achei que ações de manifestações de protesto na porta da previ é a melhor saída para fazer com que ela nos atenda. Pena que a Novembrada só ocorreu uma vez. M as já dei a idéia de reativar o movimento, Setembrada, Outubrada e, se preciso for, mais uma Novembrada. Não tenho a menor dúvida de que, mesmo com poucos participantes, essas ações tornando-se rotineiras chamarão a atenção da imprensa e esta, consequentemente, à atenção dos que insistem em não nos querer ouvir. Portanto, vamos à porta da previ chamar a atenção da imprensa. A hora é essa. Estamos em ano de eleição.

Henrique Soares disse...

É brincadeira? Não é de ficar triste ver um comentário tão contraditório ao que antes era apregoado? Fico pensativo, com tanta coisa pra dizer e não saber por onde começar. Tomara que eu esteja errado, que não volte aqui para ratificar que é verdade a minha verdade. Colegas reflitamos. Mudar de opinião é louvável, mas condenar o que antes se defendia com unhas e dentes... Agora, eu é que estou triste.

Anônimo disse...

Vamos encher de e-mails os senadores pedindo a quebra de decoro parlamentar do senador barroso pimentel

Ari Zanella disse...

11:21

Podemos escolher os credores com os quais queiramos aplicar a lei do consignado. No mínimo dois, caso contrário, não tem como reduzir, porque um só já fica dentro da margem.

Anônimo disse...

Não entendo bem sobre o assunto dos 30%, mas no caso da Previ com relação ao empréstimo simples ela já não observa esse teto pela margem consignável?

Wanderley

Ari Zanella disse...

Caro Valdevino,

Restrições a novos créditos com certeza haverá, porém, já não estamos essas restrições?
Quanto ao deslinde, há dois ou três colegas que já obtiveram liminar em menos de três meses.
Penso que um horizonte de seis meses daria o caso por encerrado.

Lena disse...

Olá, amigos, sei que a minha pergunta não faz parte do tema, mas tenho uma dúvida acerca do empréstimo simples, pois fiz a solicitação no dia 02 (sábado) para liberação no dia 06 (quarta). No site da previ consta: a data da solicitação, a data prevista para crédito, a data prevista para 1ª prestação, porém em "situação do empréstimo" consta RETCR. Alguém sabe do que se trata? Já utilizei o ES diversas vezes, porém nunca prestei atenção nestes detalhes. Desde já agradeço aos colegas.

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos
Prezado Professor Ari, traquilizemos a cara colega Lena, pois essa abreviatura é de interesse interno da Previ, sem interferir no crédito e na data marcada.
Grato e PAZ E BEM!

"Jesus disse; 'Pode ir, A SUA FÉ SALVOU VOCÊ."
Mc 10,46-52.

Lena disse...

Obrigada amigo Fernando Lamas. Senti um imenso alívio com a sua resposta. Forte abraço.

Anônimo disse...

Ref. aos consignados a Previ concede uma margem de 30% mas autoriza outros consignados (cooperforte, alpha, etc) que somados ultrapassam mais de 50% da renda e o que a lei determina é que a SOMA dos consignados respeite o limite de 30%.

Valdevino disse...

Prezado Ari,
Sempre pontual em nossas consultas.
Obrigado pelo esclarecimento.
Valdevino

Anônimo disse...

Professor Ari, os empréstimos CDC que o Banco do Brasil desconta todo dia 20 podem ser incluidos no limite de 30%?

Anônimo disse...

Colegas, se eu tenho vários emprestimos debitados em folha que ultrapassam os 30% e ainda o debito em conta corrente de cdc com o BB, o valor que o BB débita na minha c/c assim que o pagamento da Previ é creditado também será recomposto com a ação dos 30% ou só vale para o que vem debitado na folha de pagamento?

Ari Zanella disse...

15:12

Pode, sem problemas.

WILSON LUIZ disse...

AQUI SE FAZ, AQUI SE PAGA...

Última pesquisa IBOPE para o governo de Santa Catarina:
40 % Raimundo Colombo, 10% Paulo Bauer.

Infelizmente, o mandato de senador do Zé Pimentel vai até 31.12.2018, mas sua hora também vai chegar.

Anônimo disse...

QUERO FAZER UMA HOMENAGEM:
Senhor MARCEL JUVINIANO BARROS, recebi a revista PREVI na data de hoje e, por curiosidade, localizei o seu extenso currículo e, obviamente, abandonei a revista que contem notícias defasadas.
Senhor foi secretário da CONTRAF-CUT, coordenador da comissão de empresa do Banco que era do Brasil, participou das negociações que resultaram em conquista de melhoria de benefício, leia-se, BET, conselheiro da CASSI, auditor sindical do Banco que era do Brasil e formado em História, esta última com “relatividade” com fundos de previdência privada. PARABENS, PARABENS.
Acho que faltou uma coisa em seu currículo: solidariedade, amor, compreensão, espírito de justiça, reconhecimento àqueles que o levou a esse cargo (Treinamentos sugeridos: isso pode ser conseguido com o amor da família, dos filhos e dos amigos e, se suas ações são decorrentes de traumas de infância poderia ter aproveitado os 2 anos na CASSI onde tem bons profissionais)
Sugestão de um idoso aposentado que tinha o seu temperamento e linha de conduta.

rosaalegre0@gmail.com disse...

LENIN VIVEU HÁ + DE 100 ANOS. SÓ NÓS ULTIMOS TRINTA ANOS A HUMANIDADE MUDOU E MUITO A MANEIRA DE SE COMUNICAR. TROTSKY ESCREVIA CARTAS. JÁ ERA. OS QUE FICAM PENSANDO EM DAR GOLPES BASEADOS NAS CIRCUNSTÂNCIAS DAQUELA ÉPOCA NÃO PREVALECERÃO.NO MAIS É TER JUIZO E MANDAR O PT PARA CASA. OS QUE PUDEREM IR. O RESTO CADEIA !

Anônimo disse...

Lena, a sigla RETCR é porque voce recebe através de Orpag-scr.O meu caso foi a mesma coisa e já recebi no BB.
Frederico.

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.
Prezado Professor Ari, algumas opiniões:
1) O colega(13:41h) foi preciso: segundo eu soube, a Previ, isoladamente, está enquadrada na Lei; não, porém no conjunto: contracheque+CDC do BB. Essa é a questão, Wanderley(12:25h).
2) Colega Frederico, a sra. Lena poderá confirmar, mas, sem dúvida, não recebe por orpag, pois renovou o ES, pelo sítio, enquanto que, quem recebe por orpag, deve preencher uma papelada e enviar, para a Previ, via Correios.
3) Colega(15:17), é só uma opinião, não uma certeza, mas creio que, como qualquer Ação judicial indispõe autor e réu, creio que qualquer instituição rejeitará outras operações.
4) Apoiado, colega(20:36h).

Grato e PAZ E BEM!

"Paulo e Silas responderam: 'Acredite no Senhor Jesus e serão salvos, vocẽ e todos o da sua casa."
At 16,31.


Anônimo disse...

ALO ARI,

Anônimo disse...

PROF. ARI,
ESTOU NESSA SITUAÇÃO DIFÍCIL,
POR CAUSA DA PREVI, COMPREI UMA CASA
FINANCIADA PELA PREVI, EM VINTE ANOS
EM SET. DE 2011 FEZ VINTE ANOS E A
PREVI CONTINUA DESCONTANDO NO MEU SALÁRIO A PRESTAÇÃO.
ESTOU PASSANDO NECESSIDADE
COM A FAMÍLIA, SEM MARGEM CONSIGNA-
DA E SEM DIREITO A NADA.
AGUARDO SENTENÇA DA JUSTIÇA
HÁ MAIS DE TREIS ANOS.
EM NOME DO GRANDE ARQUITETO
DO UNIVERSO, ME AJUDE, ME ORIENTE
O QUE DEVO FAZER.

UM TRIPLICE ABRAÇO P-TODOS.

Anônimo disse...

Professor Ari, o que pode ser incluído no limite dos 30%, entre os abaixo, já que há casos em que o somatório dos empréstimos ultrapassa 90% do benefício.
-empréstimo simples PREVI
-consignado INSS
-CDC Banco do Brasil
-CDC outros bancos
-Cooperforte
-Alpha cash
-saldo devedor cheque-ouro
-cartão de crédito

Ari Zanella disse...

22:23

Saldo devedor cheque-ouro e Cartão de crédito NÃO são empréstimos consignados, portanto NÂO podem ser considerados.

Lena, pensionista feliz disse...

O amigo Fernando Lamas está com razão no seu comentário das 20:56.

Entrei com a ação dos 30% contra BB, Cooperforte e Previ. Ação ganha e donos morais. Lembram quando aqui entrei pedindo socorro? pois eu estava passando fome etc...e etc... e quem me ajudou? foram vocês. Com o post que seu Ari publicou, e os comprovantes dos depósitos dos colegas eu tirei cópias e foram anexados ao processo. Como o aperto continua, eu renovei o ES que novamente entra no bolo desse processo.

O Juiz já deu a sentença e só está faltando fazerem o cálculos. Vão cada um dos "CONDENADOS" serão obrigados a alongar o prazo e enquadrarem cada divida minha aos 30%. Repito o quê disse aqui da outra vez: "NÃO QUERO DEIXAR DE PAGAR A NENHUM DELES". Mas só posso nessas condições. Entrei nessa ação com a ajuda do Gilvan, pois foi ele quem mais me ajudou em termos de dinheiro, né amigo? Na primeira audiência fui tratada com desdem mas na segunda audiência, quando os advogados leram o pedido que fiz no blog distribuídos pola Drª Vânia todos ficaram com os olhos lagrimejados.
Ganho bruto quasse 12 mil reais e só me sobravam cada dia 20 no máximo 100 reais. Só Deus sabe o que passei com meu filho pedindo comida. E eu precisando dos remédios e muitas contas a pagar. Graças a Deus saí do fundo do poço. Sobraram líquidos para mim mais de 6 mil reais com todas as minhas despesas pagas. Ainda tenho a ajuda do meu companheiro de todas as horas. Agora vai sobrar.

Fiquei super feliz em saber que a ANAPLAB Entrou com essa ação. Uma associação transparente e fel aos seus associados. Aproveito para mas uma vez agradecer a TODOS que me ajudaram a sair do inferno em que me encontrava. Digo também que fui curada do problema que tinha no coração. Essa cura eu fui buscar numa campanha na qual participei. A minha fé sempre foi muito grande no meu Deus. Tenho os comprovantes do antes e do depois da doença. Obrigada Senhor por tudo sei da sua fidelidade para comigo e TODOS nós.

Se eu digitei algo errado me desculpem, pois estou caindo se sono. São 03:53 rsrs Abraço.

Anônimo disse...

COLEGAS

EVOLUÇÃO DO VP 036 (VENCIMENTO PADRÃO) – BANCO DO BRASIL - DE 1999 a 2014, OU O QUE FOR POSSÍVEL CONSEGUIR.

Caso alguém possa ajudar-me, eu postarei meu email e antecipadamente agradeço.
Abs.

Anônimo disse...

Bom dia Ari e amigos,
Realmente é triste ver a situação econômica de alguns colegas.
Um dos motivos pela perda do nosso poder de compra é o cálculo da inflação abaixo da realidade. Estimam-se as nossas perdas em 2% ao ano, ou seja, quem se aposentou há 10 anos já perdeu 20%. Precisamos de mecanismos que compensem as perdas. Uma sugestão é transferir parte do atuarial para as aposentadorias.
Outra coisa que sempre reafirmo aqui é a prática de usar o ES como poupança. Um perigo, pois tendo dinheiro (q não é nosso) na mão é grande o risco de gastá-lo desnecessariamente e depois pagá-lo é que pesa.
Precisamos ser previdentes, pois quando o descontrole vem fica difícil segurar. Pensamos em ES, Cooperforte, etc, ou seja, dívidas sem saber como pagar.
Bom dia a todos na paz do Senhor.
Celio

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.
Estimado Professor Ari, peço ao colega acima(22:19h), para lembrar-se se aderiu ao GT3 Nova Carim, como eu que reduziu o saldo devedor e a parcela, porém, ALONGOU em cinco anos o prazo.
Utilíssimo o testemunho da Lena, pois mostra que há alternativa(s), para recuperação financeira e a manutenção da segurança mínima da família.
Grato e PAZ E BEM!

"Repitam comigo: Javé é grande! Juntos, exaltemos o seu nome."
Salmo 34(33).

Blog do Ed disse...

Meu amigo e Mestre Ari
Atente para essa informação que o Juarez posta no seu blog sobre a transparência permanente que a CENTRUS (a EFPC do Banco Central) adota nas suas relações com os Participantes. Com o relacionamento e a autoridade, que o amigo hoje desfruta na administração da PREVI, acredito que tenha condições de influir para que a PREVI passe a adotar conduta de relacionamento semelhante e até mais aprimorada. Isso constituiria a implantação de prática altamente eficiente para a defesa de nossos direitos e reconquista dos que nos foram retirados.
Edgardo Amorim Rego

Camilo - Judiai disse...

O testemunho da Lena, é muito interessante. Deveria ser publicado em outros blogs nao acha? Um abrçao

Anônimo disse...

Colegas, bom dia.

Sobre o que o Célio disse:
"Estimam-se as nossas perdas em 2% ao ano, ou seja, quem se aposentou há 10 anos já perdeu 20%. Precisamos de mecanismos que compensem as perdas. Uma sugestão é transferir parte do atuarial para as aposentadorias."
Some a isso os 25% ou mais que o Regulamento de 24.12.1997 nos suprimiu, além das verbas na Ativa : Vales Alimentação, PLR, 1/3 de férias, LP5, etc., que não foram incorporados (exceto aos Diretores)...
PERDEMOS mais que 1/3 da Renda da FOPAG do BB em comparação à PREVI.
Na DIRPF minha Renda Bruta em 2013 somou 60% da Renda Bruta de 2011, visto que me aposentei em 2012.
A Matemática dos Diretores é a mesma R$26.000,00/R$45.000,00 com todas as vantagens incluídas.
Outra pergunta que precisa ser feita em BC dia 08/08:
Se o Contrato com a PREVI resulta da Relação de Emprego, que tipo de vínculo empregatício os Diretores do BB tinham com o BB e PB1?

Marcelino Maus
F6752890

Anônimo disse...

Colegas, bom dia.

Este texto foi re-ratifica o anterior:

Sobre o que o Célio disse no blog do Ari (concordo em parte e aproveito para divulgar):
"Estimam-se as nossas perdas em 2% ao ano, ou seja, quem se aposentou há 10 anos já perdeu 20%. Precisamos de mecanismos que compensem as perdas. Uma sugestão é transferir parte do atuarial para as aposentadorias."
Some a esses 20% os 25% ou mais que o Regulamento de 24.12.1997 nos suprimiu, além das verbas na Ativa : Vales Alimentação, PLR, 1/3 de férias, LP5, etc., que não foram incorporados (exceto aos Diretores)...
PERDEMOS mais que 1/3 da Renda da FOPAG do BB em comparação à PREVI.
Na DIRPF minha Renda Bruta em 2013 somou 60% da Renda Bruta de 2011, visto que me aposentei em 2012.
A Matemática dos Diretores é a mesma R$26.000,00/R$45.000,00 com todas as vantagens incluídas.
Outra pergunta que precisa ser feita em BC dia 08/08:
Se o Contrato com a PREVI resulta da Relação de Emprego, que tipo de vínculo empregatício os Diretores do BB tinham com o BB e PB1 depois de 2008?

Abraços PAZ e BEM, acho que estarei em BC à tarde do dia 08/08.

Deverá haver um mar de velhinhos lá, inclusive eu, torço para que consiga entrar.

Mas deixo um pedido aos Diretores do BB e PREVI:
Façam 10% de BEM a mais a cada dia, mês, ano ou década;
Façam 10% de MAL a menos da mesma forma.
Não custa pouco ou quase nada, afinal, o BB e a PREVI são RICOS(ainda).

Pergunto: todo Presidente ou Governador, quando assume, precisa recompor o Caixa de Campanha...

Quem será mais ávido, o PT ou o PSDB?

Respondo com uma evasiva:
No PT são MUITOS roubando POUCO, e no PFL, PSDB, etc., eram POUCOS roubando MUITO... e o PMDB assistindo, consentindo...

Marcelino Maus
F6752890

Anônimo disse...


NÃO INTERESSA SE ROUBA POUCO OU MUITO.

ROUBA. SE ROUBA É LADRÃO.
LADRÃO É NA CADEIA, SE CONIVENTE TAMBÉM É NA CADEIA.
SEM ESSA DE ROUBA POUCO, ME POUPE, POR FAVOR.

Anônimo disse...

Olá, Ari.

Qual é o nº mínimo requerido de participantes para dar início às ações judiciais?

Grata,
Telma

Anônimo disse...

Olha, gente. Muito cuidado com candidatos do PSDB. Foi no gov. FHC que toda sorte de eventos ruins aconteceram no BB e na Previ.

- transformação dos participantes em assistidos.
- introdução do voto Minerva na Previ
- suicídios de aprox. 50 colegas da ativa
- etc...

É preferível votar "nulo" ou em outro partido quem não quiser votar no PT.

Anônimo disse...

MAUS quis dizer:

"Anônimo disse...
NÃO INTERESSA SE ROUBA POUCO OU MUITO.
ROUBA. SE ROUBA É LADRÃO.
LADRÃO É NA CADEIA, SE CONIVENTE TAMBÉM É NA CADEIA.
SEM ESSA DE ROUBA POUCO, ME POUPE, POR FAVOR.
06/08/14 12:46"

MUITOS roubando Pouco, roubam o MESMO que POUCOS Roubando MUITO... pelo menos o PT distribui melhor as verbas..... kkk

Vamos continuar sofrendo no DF nos Estados...
NÃO TEMOS SAÍDA!!!!!

Abraços (sem poupar)

MAUS
F6752890

Anônimo disse...

Prof Ari, para os que são de outros estados, como ficam as audiências com relação a ação dos 30%.

Ari Zanella disse...

13:19

A ANAPLAB os representará através de nossas advogadas e da nossa Vice-Presidente Jane Torres de Melo que participa das audiências.

Anônimo disse...

A ação dos 30% foi a melhor de todas as propostas para socorrer os endividados.Com ela será obtido o alongamento do prazo que tantos sugeriram com a vantagem de incluir todos os débitos e não apenas a Previ. A ANAPLAB está de parabéns pela iniciativa.

Anônimo disse...

Para a ação 30 % o difícil é conseguir cópias dos contratos, será que o extrato "Agenda Financeira" não serviria para o CDC salário do BB? Não vejo a hora de enviar meus documentos para a ANAPLAB.

Anônimo disse...

Marcelino Maus ( 11:39)
Se o contrato com a PREVI resulta da Relação de Emprego, que tipo de Vínculo Empregatício os Diretores do BB tinham com o BB e PB1 depois de 2008? "
Que valioso questionamento, Marcelino Maus, você conhece a fundo nossas "Feridas", fico feliz em saber da sua ida ao encontro do dia 08, não se esqueça que estarás diretamente representando um grupo muito massacrado, sigo todos os seus comentários e me vejo em todos eles, ficarei torcendo pelo sucesso desse encontro, todos unidos em um só objetivo .

Ari Zanella disse...

14:22

Agenda Financeira não serve. Mas você pode obter facilmente nas agências, o extrato do financiamento onde consta nr. contrato, valor das prestações, prazo etc. Inclusive no autoatendimento.

Anônimo disse...

Colega anônimo 05/08/14 22:19

Secundando os esclarecimentos do colega Fernando Lamas, indago se, por acaso, em diversos anos e em alguns meses -- normalmente dezembro a fevereiro, não teria ocorrido a suspensão da cobrança das prestações.
Isto aconteceu comigo em 12 parcelas (anos e meses distintos) e, antes de findar o prazo inicial, recebi correspondência da PREVI/CARIM lembrando o fato, além de oferecer crédito especial para pagamento do resíduo em 36 meses. Tal crédito especial, no prazo especificado, manteria a prestação praticamente no mesmo valor que vinha pagando.

Anônimo disse...

Prezado Ari,
Gostaria que o tema PAS-Desequilíbrio Financeiro fosse abordado no encontro dia 08, inclusive com a diretora da CASSI, tendo em vista ser um direito ligado a saúde e como a saúde dos aposentados da PREVI está por um fio, diante de tanta perversidade praticada pela PREVI e BB, certamente a CASSI pagará o pato.

Goulart disse...

Caro colega aposentado e competente batalhador Ari Zanella. Que Deus, com seus anjos iluminados (Gabriel, Rafael e Miguel), cada um com sua destinação no dominio espiritual, lhe orientem, na condução das argumentações em favor de nós aposentados e pensionistas, juntamente com a Cecilia, o Carvalho, o Dr. Medeiros, e outros colegas que puderem argumentarem a nosso favor e na situação que a maioria de nós nos encontramos. Desde já tomara que haja bom senso e consigamos nossos pedidos consedidos (negociação/e consequente alongamento do ES, contribuição quem já tem 360/360 pagos, Revisão de Beneficios, etc). Obrigado e sigam confiantes. Aposentado de Cambé-PR, na esperança que tudo ocorra bem.Goulart.

Anônimo disse...

Pelas pesquisas o PT tem 60% de indicação que perderá as eleições presidenciais. Não vejo a hora dessa carniça fétida voltar para os porões dos sindicatos de onde jamais deveriam ter saído com suas mentiras enganosas

Fernando Lamas disse...

Saudações cordiais a todos.
Prezado Professor Ari, permita-me acrescentar à sua oportuna resposta ao colega(14:22h): siga a relação de documentos, no sítio da Anaplab.
1) Nada de Contratos.
2) Extratos: Cooperforte: pelo sítio, enviando algum que mostre a prestação; Todos do ES Previ, caso haja mais de uma operação: pelo sítio; Cdc BB: na Agência, no Atendimento Negocial(Mesa) e onde não constar no sítio(Outras instituições), peça que lhe mandem, pelo seu e-mail.
3) Contracheque: somente o da Previ, caso receba o Inss, separadamente.
4) Extrato c/c(30 dias): no TAA ou no Atendimento Negocial mesmo.
5) Procuração: primeiro, preencha, DIGITANDO os seus dados. Imprima, assine e reconheça a firma.
6) Envio: tudo digitalizado, para o endereço jurídico@anaplab.com.br

Grato e PAZ E BEM!

"Tu, porém, Javé dos Exércitos, és um justo juiz. Tu sondas os rins e o coração."
Jr 11,20.

Anônimo disse...

Prof.Ari,
Ref. sua informação 05.08 12:27
A limitação dos descontos é retroativa a data em a ação foi proposta ou passa a valer somente após a liminar?
Obrigado por tudo.

Ari Zanella disse...

17:31

O ajuste passa a valer a partir da data da entrada da ação na justiça.

Anônimo disse...

Tem recado inbox no seu facebook, prof Obrigada, Julita

Goulart disse...

Caro Ari Zanella, acabei de ler o comentario de ADAI ROSEMBAK, (no lado esquerdo do Blog de Ari Zanella), e acho que todos os colegas aposentados deveriam ler, assunto de interesse geral, como todos assuntos aqui tratados. E dia 08 de agosto dia da Reunião em Camboriu-SC, tenhamos boas noticias, e que façam o possivel em atender as demandas de todos aposentados e pensionistas.
Tudo de bom, prof. Ari, e muito obrigado pela existencia de seu Blog, que nos houve, aconselha e edifica. Que Deus o ilumine e o proteja. Aposentado de Cambé-PR, bem pertinho de Londrina-PR.

Anônimo disse...

Prof.Ari.
Agradeço sua atenção em responder sempre nossas dúvidas. O seu apoio tem sido de enorme valor.

WILSON LUIZ disse...

Caro Professor Ari,

Você e o bravo povo catarinense acabam de ser atingidos, no pé, por tiro disparado por Dilma Kid, direto de Brasília; estou falando do reajuste de 22,5% autorizado para a energia elétrica do estado. Minha solidariedade de catarinense honorário.

Por falar de catarinenses, conheço três P.B. que aí residem. O único que respeito é Paulo Baier, o interminááááááável, jogador do Criciúma, time pelo qual torci nos seis anos que trabalhei em seu belo estado. Os outros dois são políticos, Paulo Bornhausen, da oligarquia que dominou Santa Catarina por longo período, e o autor de proposta que tanta esperança nos suscitou, o PDS 275/2012, que irá para o arquivo ao final do ano, o senadorzinho Paulo Bauer, que ouviu uns latidos do Zé Pimentel e saiu de cena com o rabinho entre as pernas.

Como parece que o destino da resolução 26 somente será decidido na justiça, também conhecida como tartaruga paraplégica, sugiro que voltemos o foco, no momento, para a escandalosa falta de definição do teto de benefícios. Este é um perigo real e imediato para o equilíbrio atuarial da PREVI, pois com a tábua de mortalidade atualmente adotada, cada um destes super-aposentados “amigos do rei” receberá , até descansar em paz, uns R$ 15 milhões; dizem que, atualmente, já são uns 200, só com eles nossa reserva matemática já está comprometida em R$ 3 bilhões, isto fora os “cumpañeros” que querem entrar na boquinha. Isto me parece bem mais prejudicial que a apropriação, pelo BB, dos R$ 7.5 bilhões, que pelo menos saiu do superávit, e foi uma vez só, os super-aposentados vão saquear, todo mês, a reserva matemática constituída por nossas sacrificadas contribuições.

Anônimo disse...

Sobre o comentário do Sr. ILTON GOMES, EM 04.08, alguém sabe a resposta? Estou na mesma situação. Grata.

Anônimo disse...

Prof Ari e preciso reconhecer a firma da procuracao para entrar com a acao dos 30% consignado?

Anônimo disse...

Pessoal,
Alguém sabe informar a correção mensal do ES?
Ou seja, quem devia 10.000 no dia 20.07, quanto deverá em 20.08, antes que seja feita a amortização.
Agradeço se me puderem fornecer esta informação.

Ari Zanella disse...

15:23

Não é necessário reconhecer a firma em nenhuma procuração nas ações que mantemos na ANAPLAB.

Valdevino disse...

Colegas do Blog,
Se não estou enganado, no site do BB, na opção crédito, existe uma nova opção que passo a descrever:
Acessar sua C/C BB via internet > Opção “Mais Transações” >Crédito >
Contrato de CDC
• Adesão
• Clausulas Gerais
• Parcelamento-contratação/simulação.

Mesma opção existe em “Cheque Especial”.
Gostaria de ver a opinião de colegas, uma vez que pode ser o início de uma implantação de possibilidade de Parcelamento de CDC. Tomara que eu esteja certo.
Se eu estiver errado, peço desculpas a todos.
Valdevino

Anônimo disse...

Caro anônimo de 15:43,
Entre na seção ES, clique em saldo devedor e amortizar/liquidar, ponha a data 20/08, calcular. Vai sair o saldo atualizado até a data