BANNER

Acesse aqui!
atendimento@anaplab.com.br
Joinville/SC: (47) 3026-3937
S.J. Pinhais/PR: (41) 3035-2095

segunda-feira, 21 de julho de 2014

VANTAGEM OCULTA? SERIA BOM SE FOSSE VERDADE

     Intrigante a mensagem recebida por um anônimo chegada no dia de ontem. Seria de um diretor regional da Anabb (Regional 7) e nele consta todos os parâmetros decididos na terça passada sobre o ES, com exceção da possibilidade de suspensão das prestações, a partir de uma opção na data de contratação, nos moldes como faz o Banco do Brasil quando se contrata um empréstimo, há a opção de começar a pagá-lo bem lá na frente. 
     Seria muito bom que fosse verdadeiro. Mas, infelizmente não é. Pegaram informações corretas dos parâmetros e inseriram uma informação falsa: a de que por ocasião da renovação seria concedido um pretenso direito de suspensão de parcelas por seis meses.

29 comentários:

Anônimo disse...

Professor Ari Zanella,
Se for verídico o referido e-mail, não se concebe desconhecimento por parte de nossos diretores Previ (inclusive D. Cecilia), sobre o assunto ali tratado, uma vez que necessário se torna a discussão antes do fatídico dia 22.07 - 9 horas.
Caso o sistema ofereça no dia de amanhã esta nova opção para o ES, os diretores não ficariam bem na "fita", uma vez que caracteriza omissão de informações.
Ajude-nos esclarecer o mistério.

Ari Zanella disse...

Por isso mesmo que esse e-mail do suposto diretor regional da Anabb é suspeito. Se nem a própria Anabb divulgou nada no site...nem tampouco a PREVI...o mistério continua até amanhã, meu caro Anônimo 08:36. Não há de atribuir culpa a nenhum membro da diretoria. Os parâmetros foram divulgados pela PREVI em decisão colegiada.

Anônimo disse...

E blefe, não acreditem!!!!
Uma hora a suspensão e ate Jan/2015, no final e ate Dez/2014......
Por que so o Ari recebeu tal comentário?
Não seria porque ele esta propondo a ação dos 30%??????
ATENÇAO!!!!

Anônimo disse...

Mestre Ari,

Já lhe adianto para não cair nesta pegadinha, pois não tem como ser verdade pelos seguintes motivos.

A Diretora Cecília, informou que apenas Ela e o Décio era a favor da continuação da suspensão.

Portanto voto vencido dentro da Diretoria.

O que fica no ar uma diferença a favor dos aposentados e pensionistas é que apenas o texto da previ informa que houve uma flexibilização dos prazos, acrescentando em 12 parcelas.

O Saldo devedor suspenso por mais 6 parcelas, seria maior que o limite estabelecido no dia de amanha 22/07 de 145 mil reais.

A Previ não faz nada sem planejamento, e essa reavaliação do ES saiu a contra gosto da DISEG bem como as eleições perdidas.

Como diria o Grande João Rossi Neto, INÉS JÁ É MORTA.

HELENO PINTO NOBRE disse...


SINCERAMENTE EM QUEM PODEMOS ACREDITAR ??
SE FOR VERDADE ; COMO ISTO A RECEM CHEGOU AO CONHECIMENTO DO BLOG . OU DE TODOS NÓS ; QUE AO MENOS LEMOS AS INFORMAÇÕES ???
REALMENTE É MUITO ESTRANHA TAL INFORMAÇÃO .
QUE VERGONHA ESTA PREVI NOJENTA.
SINCERAMENTE EU CUSTO A ACREDITAR NESTA SUPOSTA PRORROGAÇÃO EM CIMA DA HORA ; POIS A OFERTA SERIA PARA AMANHÃ .!22/.07 .

A COISA VIROU BAGUNÇA. É TUDO PIOR QUE OS CURINTIANOS : "UM BANDO DE LOUCOS" .
TOMARA QUE SEJA VERDADE .

EU PARTICULARMENTE NÃO ACREDITO ATÉ VER A COISA ACONTECER .
MAS QUE É ANARQUIA É . ELES ESTÃO TOTALMENTE PERDIDOS . INCOM-PT-ENTES MESMO .!!!

HPN; MATRIC. 3984740-3 ; JAMAIS ANÔNIMO .!!!

Anônimo disse...

Caro Ari Zanella,

Nós temos que cair na real Ari, não temos mais chances de mudar esta situação aprovada pela Diretoria Executiva.

Agora é hora das avaliações e novos caminhos para os endividados.

A primeira é a ação da ANAPLAB, que vai limitar em 30%,os descontos, e agora é esquecer esse empréstimo simples.

Já rendeu demais, para os dirigentes, para os não endividados e para os que querem o realinhamento do PB-1 sem Superávit.

Agora é ter em mente que essa situação só é revista no judiciário e que ninguém esta preocupado com os desdobramentos a favor ou contra esse grupo que esta na margem do abandono total.

Pelas próprias palavras da Cecília, há um grupo que não seria atingido por falta de Margem Consignável e que é próximo de Mil colegas, como os números da Previ é camuflado, não se sabe ao certo se esta seria mesmo o resultado final.

Ao certo é que ficou provado que esse assunto esta sepultado e não tem mais solução no âmbito administrativo.

Anônimo disse...

Professor Ari, você ainda acredita na mão amiga da Previ? Papai Noel não existe. E mesmo isso não fosse um blefe, teríamos que analisar muito bem essa proposta para saber se é boa e justa para TODOS, e não apenas mais uma armadilha ardilosa da dupla veneno.

Anônimo disse...

Bom Dia Professor,

Tomara que seja verdade. Só assim todos do Plano 1 serão atendidos. Mas fica uma dúvida quem tem Margem Negativa como faz a renovação??? Não consegui entender lendo o texto.

Atte.

Anônimo disse...

Prezado Prof.Ari, na última renovação também tive margem negativa mas consegui um pouquinho, o que significa que margem negativa não é impeditiva ela só reduz o limite a renovar.Enfim amanhã com a nova tabela saberemos.Quanto essa informação, infiltrada ou não, ela encaixa nos questionamentos onde prova-se que o aumento das parcelas não foi de 12 meses e sim de 06.

WILSON LUIZ disse...

Tenho a impressão que os “cumpañeros” sindicalistas estão se conscientizando que poderão ser chutados de seus cargos com mudança de governo, parece que resolveram saquear tudo, antes da possível retirada. O BNDES queria vender, por R$ 51 milhões, um terreno em Brasília, avaliado em R$ 280 milhões pelo mercado; o laudo de avaliação que estipulava o valor da venda 440% menor que seu valor real, era assinado por engenheira irmã do comprador. Felizmente, parece que o Tribunal de Contas da União conseguiu sustar a negociata.

Senhores Diretores eleitos, fiquem atentos se não vai ocorrer, na PREVI, algum “trem da alegria”, aposentando o maior número possível de petistas com R$ 45.000,00 de benefício.

Anônimo disse...

Boa tarde, Ari,

Em minha opinião, o e-mail recebido pelo colega é um trote. Outro dia, recebi um e-mail de origem desconhecida e dentro dele havia o logo do Dotz, igualzinho ao Dotz verdadeiro.

Anônimo disse...

Só falta ter que aturar gozação com falsas esperanças sem levar em conta a situação é séria.Parece que querem mesmo o pior.Recebi email da AAPREVI (nem sou associada) dizendo que não devemos entrar com a ação dos 30%.Não sabem o quanto já pesquisei esse assunto e tenho certeza absoluta que é a solução definitiva para os endividados da Previ.

Anônimo disse...

Caro Ari, muito bom dia
Apenas uma informação técnica, sem emitir juízo sobre a veracidade das informações contidas no referido email,que também recebi da ANABB DIREG 58: Sempre que recebo uma mensagem suspeita, procuro constatar o seu local de origem, neste caso o IP do remetente, 200.252.5.2, é originário de Brasília, nas imediações do Setor Comercial Norte. A verificação foi feita através do site www.ip-tracker.org.

Anônimo disse...

Como ficam os investimentos da Previ na Bolsa de Valores que hoje está em 57.100 pontos? Não está ganhando nada?

Anônimo disse...

Que desgosto, prof sai do bb com 1250,00 sendo 800,00 do aluguel . Que farei com 450,00 , meu Deus que sofrimento
Pensionista sofrendo muito

Anônimo disse...

Muito estranho esse e-mail que o colega recebeu, Ari. Seria algum recado? Alguma insinuação? Alguma mensagem cifrada? Concordo, plenamente, com o Rossi, não gosto de mensagens cifradas, insinuações, vantagens ocultas. Prefiro o diálogo direto e franco. Se alguém está querendo mandar um recado, por que não fala direta e francamente?

Anônimo disse...

Acho muito triste colocarem esperanças em colegas que estão desesperados, para depois nada ser verdadeiro.

Anônimo disse...

Como pode ser verdadeiro, se mais ninguém recebeu o referido email?
Mas se for verdade será muito bom!

WILSON LUIZ disse...

Reproduzo matéria que postei no blog da Diretora Cecília


Senhora Diretora,

Sobre a situação patrimonial dos fundos de pensão, há uma postagem muito interessante, de 7 de julho, no blog do Professor Ari. Lá vemos que a PREVI fechou o exercício 2013 com superávit de R$ 24.7 bilhões, faltando apenas um valor residual de 1 ou 2 bilhões para cobertura total da reserva de contingência de 25%. Já o PETROS apresenta déficit de R$ 2.2 bilhões, e o FUNCEF déficit de R$ 3.1 bilhões, isto quer dizer que não possuem reserva matemática sequer para cobrir todos os benefícios, e ainda “devem” o total de composição da reserva de contingência. Como você disse, a situação da PREVI, comparada aos outros fundos de pensão, é muito boa(toc toc na madeira, considerando a diretoria e o governo que temos).

Sobre a taxa de juros, a PREVI, como plano em extinção, que não admite novos associados, não necessitaria , sequer, da taxa de 5% que hoje é utilizada, já que nossos benefícios são reajustados pelo INPC “seco”, e o total de benefícios pagos tem seu valor real reduzido ano a ano. Em 2008, foram pagos R$ 5.8 bilhões, este valor, corrigido, representa R$ 7.7 bilhões em dezembro/2013, não sei o valor pago ano passado, já que foi informado R$ 9 bilhões, com a inclusão do BET, se alguém sabe o valor pago sem o BET, por favor, me informe, mas acredito que foi menos de R$ 7.7 bilhões. A queda real dos benefícios poderia ser utilizado como argumento para pleitearmos um realinhamento do PB1.

Cara Diretora, realmente, com a bolsa de valores em 65.000 pontos, já teríamos saldo na reserva para revisão do plano, mas o potencial, se o PT for derrotado na eleição presidencial, é muito maior. Veja você, antes da crise econômica de 2008, a bolsa de valores de Nova Iorque estava em 14.060 pontos, hoje está em 17.000, a bolsa de São Paulo, em 2008, atingiu 73.500 pontos, e hoje está em 57.000 . Desde o plano real, que já sobrevive 20 anos, concebido por economistas do PSDB no governo Itamar Franco( FHC, esperto, levou a fama), em todos os governos, mesmo no de Lula, a bolsa de São Paulo, com pequenas variações, acompanhava a de Nova Iorque, o descolamento aconteceu devido aos descalabros financeiros do governo atual. Voltando a economia a ter uma gestão previsível, o potencial da bolsa brasileira é chegar em torno de 88.000 pontos, já imaginaram quanto o superávit subiria?

Por isso, não canso de repetir:

SOMENTE TEREMOS MELHORIA EM NOSSOS BENEFÍCIOS SE O GOVERNO ATUAL FOR DERROTADO NA ELEIÇÃO PRESIDENCIAL.

Pensem nisso, colegas que não se interessam por política, inclusive alguns que pregam o voto nulo.

Anônimo disse...

Como tem pessoas más, como se transmite um boato desses, só pra agitar, nós necessitados. Prof. Ari, pede pra essa pessoa que lhe informou esse boato, provar que é verdade ou então apaga isso do seu blog.

Anônimo disse...

Sera que isso é uma pegadinha . Se for é de muito mau gosto.muitos não irão dormir de tanto nervo.Alguém mais teve essa noticia?

Anônimo disse...

Setor Comercial Norte em Brasília, citado pelo homônimo de 13:07, é onde fica o Ed. Number One do Paulo Octávio, e a Previ tem alguns andares cedidos aa Fundação Banco do Brasil

dalila disse...

Recebi esse email e fiquei super feliz. Não reparei quem mandou, mas recebo sempre uns emails da PREVI, por isso achei que fosse verdadeiro.

Dalila

dalila disse...

Dr.Ari,
Envio cópia do email da ANABB que eu disse ter recebido e não me lembrava de quem.Achei no meu lixo.



EMPRÉSTIMOS SIMPLES PREVI - MAIS ESCLARECIMENTOS
Lixeira
x

Diretoria Regional - Direg 21
17 de jul (Há 4 dias)

para mim

EMPRÉSTIMO SIMPLES PREVI - PLANO 1 - NOVOS ESCLARECIMENTOS
Novos esclarecimentos a pedido de associados, que ora compartilho com os demais colegas:
SISTEMA DE PROCESSAMENTO DO EMPRÉSTIMO NA PREVI - www.previ.com.br
Até o próximo dia 21 o autoatendimento PREVI estará com as normas antigas. Somente no dia 22 que você terá condições de verificar valores e prazos referentes ao seu empréstimo. Portanto, teremos que aguardar o dia 22 (terça-feira) para renegociar os débitos ou novos empréstimos dentro das novas normas.
PRAZO PARA REALIZAR OS NOVOS EMPRÉSTIMOS
As contratações e renovações, de acordo com as novas condições, poderão ser realizadas até 29/10/2014, com a possibilidade de flexibilização dos prazos máximos de pagamento para participantes entre 51 e 86 anos.
BENEFICIÁRIOS
Todos os participantes do PLANO 1 (ativa e aposentados), mesmo que tenha feito empréstimo recentemente.
SUSPENSÃO DO PAGAMENTO DAS MENSALIDADES POR MAIS 6 MESES, OU SEJA, DE AGOSTO A JANEIRO/15 (pois o mês de julho foi debitado e não será estornado)
Todos terão direito a este benefício. Porém, todos que se interessarem apenas pela SUSPENSÃO DO PAGAMENTO POR MAIS 6 MESES deverá renegociar o seu débito, mesmo que seja pelo saldo atual da dívida. Não haverá suspensão automática da cobrança das mensalidades.
ALIVIO NAS FINANÇAS, MESMO QUE POR UM BREVE PERÍODO
Com o aumento do limite dos empréstimos de R$ 130 mil para R$ 145 mil, todos deverão ter saldo para sacar. Com o alongamento dos prazos, os associados dentro da faixa etária de 51 a 86 anos poderão se beneficiar ainda da redução do valor da prestação, se optarem pelo prazo máximo, dependendo do valor do novo empréstimo.
IMPORTANTE: TODOS OS ASSOCIADOS QUE DESEJAREM SE BENEFICIAR DA SUSPENSÃO DO PAGAMENTO DAS MENSALIDADES ATÉ DEZEMBRO/14 DEVERÃO FAZER NOVO EMPRÉSTIMO, MESMO QUE PELO MESMO VALOR DO SALDO DEVEDOR ATUAL, INDEPENDENTE SE DESEJA OU NÃO MAIOR PRAZO OU UTILIZAR EVENTUAL SALDO DISPONÍVEL ENTRE OS VALORES DOS NOVOS TETOS E SEU SALDO DEVEDOR ATUAL.
PRAZO MÁXIMO DE PAGAMENTO DO ES POR FAIXA ETÁRIA - PLANO 1
Faixas Etárias
até 50 anos: Prazo anterior (em meses): 120
Prazo flexibilizado até 29/10/2014 (em meses): 120
51 a 62 anos: Prazo anterior (em meses): 108
Prazo flexibilizado até 29/10/2014 (em meses): 120
63 a 74 anos: Prazo anterior (em meses): 96
Prazo flexibilizado até 29/10/2014 (em meses): 108
75 a 86 anos: Prazo anterior (em meses)84
Prazo flexibilizado até 29/10/2014 (em meses): 96
87 a 98 anos: Prazo anterior (em meses): 72
Prazo flexibilizado até 29/10/2014 (em meses): 72
A partir de 99 anos: Prazo anterior (em meses): 60
Prazo flexibilizado até 29/10/2014 (em meses): 60
SOLICITAÇÃO DO EMPRÉSTIMO
Poderá ser feito diretamente no site da PREVI (www.previ.com.br), seção AUTOATENDIMENTO. Ou telefonar para a Central de Atendimento no
0800 729 0505 - Horário: das 8h às 18h


Valdineir Ciro de Souza
Diretor Regional - Direg 21noticia que o sr. falou:

Dalila

Anônimo disse...

Bom Dia Sr. Ari Zanella,

Para conhecimento, hoje dia 22/07/2014 - 10:00h. Site da PREVI informa que autoatendimento encontra-se indisponível.

Abraços.

Vamos que vamos..

Anônimo disse...

Nossa quem abre a pagina da Previ???? Sempre assim demora e depois ninguém consegue abrir ???

Anônimo disse...

Estou desde as 9:00hs da manhã até agora 12:30hs, na pagina da Previ e o ES não abre.
Será que somos tão sem importancia para a Previ que resolvem tudo e depois nós os restos para o final, nunca pensei ser reduzido a pó desse jeito.

Anônimo disse...

Alguém já consegui fazer o ES hoje?

Anônimo disse...


Reflitamos um pouco! Nossa situação hoje se mostra de tal forma, não pela simples condição do empréstimo simples - ES, e muito mais pela defasagem real de nossos benefícios que vêm ao longo de anos, mesmo quando ainda assalariados da ativa, sendo sistematicamente defasados pela inflação ao longo de décadas. Nunca tivemos uma recomposição de nosso poder de compra. Sempre nos vimos contingenciados a experimentar perdas e a aceitar, na expectativa de que um dia, tal situação viesse a se reverter. Agora, com a nossa idade avançada, quando pela ordem natural das coisas passamos a necessitar de maiores recursos para arcar com esses crescentes custos, seja de medicamentos e até mesmo uma alimentação diferenciada, é que percebemos com maior intensidade, a falta que os reajustes do passado estão nos impondo de maneira crescente.


Acredito que, de forma generalizada, o grau de endividamento de praticamente todos os aposentados seja grande. O ES é um exemplo. Assim como a outros, me atinge, na medida em que me vejo impedido de renova-lo por falta de margem consignável. Isso não mudou ao longo de anos em que dele nos servimos. Sempre o tivemos como um companheiro e toda vês em que havia uma possibilidade de renová-lo, o fazíamos, aumentando em consequência, nosso endividamento. Se o estávamos renovando, jamais nos questionávamos sobre em que condições? quais as taxas? sobre que valor? acrescido de juros? correção? Simplesmente queríamos renovar, era mais dinheiro em nossas mãos e nos dava folga temporária. Valeu a pena?


Me desculpem se pareço carrasco de nos mesmos. Entendo que a PREVI não é a única culpada por nossa situação. Com certeza temos lá dentro muita coisa que precisa, merece e deva ser esclarecida de forma a traduzir-se em maior transparência. Disso ninguém duvida.


Em raras oportunidades me manifestei aqui na rede. Sou um observador e vejo muitos comentários totalmente infundados e/ou desprovidos de bases sólidas. Refuto como, de extrema importância manter em bom nível nossas colocações, sempre no firme propósito de contribuir de alguma forma, para o atingimento de nossos objetivos maiores.


Luiz Humberto
24 de julho de 2014 15:47